Medidas de prevenção contra o Coronavírus

Atualizado às 14h19 - 08/04/2020

A pandemia da doença causada pelo novo Coronavírus, a COVID-19, tem causado um apelo mundial pela segurança da saúde de toda a humanidade. A fim de esclarecer as medidas necessárias para proteção dos fonoaudiólogos, seus pacientes, amigos e familiares, o Crefono 6 preparou uma lista de orientações baseada em informações do Ministério da Saúde.

Ressalta-se que, até o fechamento desta matéria, as informações de prevenção para profissionais da saúde são as mesmas endereçadas à população:

• Lavar as mãos com água e sabão por 20 segundos sempre que pegar em algum objeto. Na impossibilidade de lavagem, use álcool gel que deve ser 70%;

• Não levar as mãos sujas à boca, olhos e nariz;

• Não levar a mão à boca ao tossir, espirar ou bocejar. Utilizar o antebraço ou lenço de papel e descartá-lo no lixo em seguida;

• Máscaras são obrigatórias para os doentes ou pessoas que apresentem os sintomas, não para pessoas saudáveis;

• Evite o contato próximo com outras pessoas;

• Pessoas assintomáticas podem ser transmissoras, por isso é importante manter distância uma das outras e evitar abraços, beijos, apertos de mãos, toque ou contatos próximos;

• Higienize objetos de uso constante, inclusive celulares. Se não for possível utilizar água e sabão, faça uso do álcool gel 70%;

• Mantenha locais limpos e arejados;

• Evite compartilhar objetos de uso pessoal;

• Evite locais com aglomeração de pessoas;

• Caso esteja sintomático, evite sair de casa;

• O período de incubação do vírus é de 5.2 dias, podendo se estender até 12.5 dias;

• Se você perceber sintomas ou estiver sob suspeita de contaminação, informe imediatamente as autoridades de saúde e todas as pessoas com as quais você teve contato nos últimos 14 dias;

• Ao chegar em casa, retire os sapatos antes de entrar e lave a sala com água e sabão;

• Tome banho imediatamente ao chegar em casa e coloque a roupa para lavar;

• Ao perceber sintomas em pacientes, oriente-os a procurar os serviços de saúde;

• Profissionais da saúde podem notificar os órgãos de saúde quanto aos casos suspeitos de COVID-19;

• Todas as unidades de saúde e hospitais, públicos ou privados, estão aptos à identificação da COVID-19, podendo o paciente escolher aquele de sua preferência ou referência.

O plano do Ministério da Saúde, neste momento, é "achatar" a curva da transmissão do vírus e assim evitar uma possível sobrecarga no sistema de saúde. Mesmo que você esteja assintomático, preocupe-se com o coletivo e evite sair de casa.

 

Outros avisos importantes:

ANS ORIENTA SOBRE CONSULTAS, EXAMES E CIRURGIAS NÃO URGENTES DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

CORONAVÍRUS: TELECONSULTA E TELEMONITORAMENTO EM CONDIÇÕES EMERGENCIAIS

CREFONO 6 SUSPENDE ATENDIMENTO PRESENCIAL NA SEDE

CORONAVÍRUS: CFFA FAZ NOVA RECOMENDAÇÃO AOS FONOAUDIÓLOGOS

CFFA PUBLICA RESOLUÇÃO QUE PRORROGA VENCIMENTO DE ANUIDADE 2020

Crefono 6 assina carta que solicita proteção aos profissionais da saúde

CFFA SOLICITA À ANS COBERTURA DE CONVÊNIOS PARA TELECONSULTAS E TELEMONITORAMENTO

ANS ALTERA PRAZOS PARA SERVIÇOS DE SAÚDE SUPLEMENTAR E LIBERA AS TELECONSULTAS PARA FONOAUDIOLOGIA

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE REIVINDICA REVOGAÇÃO DA EC 95 PARA FREAR CORONAVÍRUS

NOVAS RESOLUÇÕES E RECOMENDAÇÕES DO CFFA

CONVOCAÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE: CAPACITAÇÃO DE FONOAUDIÓLOGOS PARA COMBATER COVID-19

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE TELESSAÚDE EM FONOAUDIOLOGIA

 CREFONO 6 PUBLICA INSTRUMENTO DE SENSIBILIZAÇÃO AOS GESTORES PARA APOIAR FONOAUDIÓLOGOS